Últimas Notícias
Home / Notícias / Eduardo e Mônica” deve ser lançado nos cinemas em 2021

Eduardo e Mônica” deve ser lançado nos cinemas em 2021

Uma das mais famosas canções de Renato Russo deverá ganhar a tela dos cinemas em 2021. Em painel na CCXP Worlds neste sábado (5), o diretor René Sampaio e os atores Gabriel Leone e Alice Braga falaram sobre o filme Eduardo e Mônica – que teve sua estreia adiada devido à pandemia do novo coronavírus e ainda não tem data de lançamento.

Em outubro, o longa venceu o prêmio de melhor filme internacional no Festival de Edmonton, no Canadá. Segundo Sampaio, a equipe optou por não lançar o filme nas plataformas de streaming e esperar o momento adequado para exibi-lo nas telonas.

“Nós fizemos o filme pensando na tela grande e queremos lançá-lo no cinema. Para mim, ele é um filme-evento, pra você levar a sua família e celebrar a Legião Urbana em conjunto. Eu acho que vale a pena segurar até que as pessoas possam ir às salas. O cinema é isso, é uma experiência coletiva”, explicou.

Assim como na música, o filme conta a história de amor entre um jovem inexperiente, vivido por Gabriel Leone, e uma mulher inteligente e madura, interpretada por Alice Braga. No elenco, ainda estão Fabricio Boliveira, Victor Lamoglia e Otávio Augusto.

Leone, que é músico e fã assumido da banda, lembrou dos desafios para interpretar um personagem tão jovem, de 16 anos. “Eu estava vindo de uma série em que eu tinha malhado, estava careca. Precisei fazer dieta para perder músculo, colocar aparelho nos dentes, usar megahair. Foi um trabalho árduo, mas minha parceria com a Alice e o René foi fundamental para construirmos essa história juntos”, disse.

Para a veterana Alice Braga, o desafio foi adentrar em um gênero ainda pouco explorado em sua carreira, o da comédia romântica. Ela contou que precisou sair de sua zona de conforto para fazer uma personagem mais leve, livre e solar. “Foi diferente de todos os projetos que eu já tinha feito, mas foi um desafio muito lindo. Eu já tinha muita admiração pela Legião, e pude conhecer ainda mais sobre a banda”, conta.

Já Sampaio, que também dirigiu a adaptação de Faroeste Caboclo para o cinema, cresceu ouvindo Legião Urbana. Na opinião do diretor, as músicas de Renato Russo trazem uma mensagem universal que passa de uma geração para outra. “Acho que o filme foi feito para quem ama a banda, mas quem nunca ouviu também irá se identificar com a história”, aponta.

Segundo ele, a entrega dos atores foi fundamental para que a história fosse bem contada. “Eu tive o privilégio de trabalhar com dois grandes atores que se entregaram para os personagens. Isso passa para a tela no filme, a gente percebe a verdade que eles trazem”, acrescentou Sampaio.

E essa história de amor atemporal é exatamente o que o filme se propõe a trazer para o público em um ano marcado por uma pandemia global. “Tentamos fazer essa relação ser verdadeira, mostrar como um complementa o outro e como a diferença é o que a potencializa. Nos dias de hoje isso é muito importante, as pessoas estão precisando de um encontro assim. Acho que falar de amor será muito bom para o coração das pessoas depois dessa pandemia”, disse Alice.

Para corroborar a decisão da equipe de lançar o filme apenas nos cinemas, Leone falou sobre a experiência de ter assistido ao longa em uma pré-estreia em Miami, quando teve a chance de observar a recepção das pessoas. “Sentir a reação do público foi uma comprovação de como a temática do filme é universal e atemporal, e se comunica diretamente com os dias de hoje”, afirmou.

Então, enquanto o filme não estreia nas telonas, vamos ter que segurar a ansiedade. Confira o trailer do longa abaixo:

Fonte: Terra.com.br

 

clique e acesse o site

Sobre radioeno

Veja Também

American Music Awards 2020 anuncia indicados; The Weeknd e Roddy Ricch lideram lista

O American Music Awards (AMA) anunciou nesta segunda-feira (26) os indicados ao prêmio neste ano. ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *